Levantamento das soluções de telemedicina e telessaúde

 

A SBIS está realizando um levantamento das soluções (softwares) de telemedicina e telessaúde disponíveis no Brasil. Este levantamento visa promover uma aproximação com os desenvolvedores e fornecedores destas soluções para que possamos discutir o segmento e suas melhores práticas, assim como publicarmos uma lista das opções disponíveis no mercado.

Consideramos como "soluções" as aplicações de software, sejam isoladas ou agregadas a equipamentos e/ou serviços, voltadas à prática da telemedicina ou de outras modalidades de telessaúde.

Seguem os conceitos adotados para as modalidades listadas no formulário de levantamento, sendo que outras modalidades poderão ser apontadas na opção "Outras":

  • Teleconsulta: consulta remota com profissional de saúde, mediada por tecnologias, com profissional e paciente localizados em diferentes espaços geográficos.
  • Teleinterconsulta: troca de informações e opiniões entre profissionais de saúde, com ou sem a presença do paciente, para auxílio diagnóstico ou terapêutico, clínico ou cirúrgico.
  • Telediagnóstico: ato profissional de saúde à distância, geográfica e/ou temporal, com a transmissão de gráficos, imagens e dados para emissão de laudo ou parecer por profissional de saúde com registro na área relacionada ao procedimento.
  • Telecirurgia: realização de procedimento cirúrgico remoto, mediado por tecnologias interativas seguras, com profissional cirurgião executor e equipamento robótico em espaços físicos distintos.
  • Teletriagem: ato realizado por um profissional de saúde com avaliação dos sintomas, à distância, para definição e direcionamento do paciente ao tipo adequado de assistência que necessita ou a um especialista.
  • Telemonitoramento ou televigilância: ato realizado sob orientação e supervisão de profissional de saúde para monitoramento ou vigilância à distância de parâmetros de saúde e/ou doença, por meio de aquisição direta de imagens, sinais e dados de equipamentos e/ou dispositivos agregados ou implantáveis nos pacientes em regime de internação clínica ou domiciliar, em comunidade terapêutica, em instituição de longa permanência de idosos ou no translado de paciente até sua chegada ao estabelecimento de saúde.
  • Teleorientação: ato realizado por profissional de saúde para preenchimento à distância de declaração de saúde e para contratação ou adesão a plano privado de assistência à saúde.
  • Teleconsultoria: ato de consultoria mediada por tecnologias entre profissionais de saúde e gestores, profissionais e trabalhadores da área da saúde, com a finalidade de esclarecer dúvidas sobre procedimentos, ações de saúde e questões relativas ao processo de trabalho.
  • Teleducação: disponibilização de objetos de aprendizagem interativos sobre temas relacionados à saúde, ministrados à distância por meio de TICs, com foco na aprendizagem no trabalho, que por sua vez, ocorre transversalmente em seus campos de atuação.

Se a sua empresa é desenvolvedora ou fornecedora de solução de telemedicina ou telessaúde, clique aqui para incluí-la no levantamento.

Deve-se observar que a resposta ao levantamento não constitui qualquer compromisso ou obrigação pela SBIS ou pelo respondente, e a divulgação dos dados coletados somente ocorrerá mediante autorização da empresa responsável pela solução.