Newsletter nº 13 - Retrospectiva 2016

Publicado em 20/12/2016


SBIS certifica 15 S-RES em 2016

Ao longo de 2016 a SBIS certificou 15 novos Sistemas de Registro Eletrônico em Saúde (S-RES). Dessa forma, a SBIS agora possui um quadro de 33 sistemas certificados. É evidente que a demanda por S-RES certificados pelo processo SBIS-CFM vem aumentando consideravelmente desde 2009, quando o processo foi estabelecido por meio de auditoria.

A SBIS gostaria de parabenizar todas as empresas por essa conquista:

  • Activit Tecnologia Ltda. (PAEEON 1.0.1.1)
  • Alert Serviços de Licenciamento de Sistemas de Informática para a Saúde Ltda. (Alert® Outpatient 2.6)
  • Benner Tecnologia e Soluções em Saúde Ltda. (BHosp 13.1.570)
  • Eco - Empresa de Consultoria e Organização em Sistemas e Editoração Ltda. (Prime Saúde2.1.87)
  • Felipe e Menezes Ltda. EPP (Techsallus Prontuário Eletrônico 13.0.0.0)
  • Gilcimar de Macedo Negreiros ME (Globalclinic Desktop Plus 2.16.5)
  • Glintt Brasil Ltda. (Globalcare Brasil 16R1.01.01.01)
  • IDS Desenvolvimento de Software e Assessoria Ltda. (IDS Saúde 2.01.0)
  • Inovadora Sistemas de Gestão Ltda. (G-MUS - Gestão Municipal de Saúde 01.05.000)
  • Input Center Informática Ltda. (WinHosp.Net 7 1.9)
  • InterSystems do Brasil Ltda. (TrakCare 2011)
  • Katu Sistemas Inteligentes para Saúde Ltda. (Clinic Web 4.20)
  • MedicineOne Brasil – Sistemas de Informação Ltda. (MedicineOne 8.1.97.0)
  • Medicware Sistemas de Informática Ltda. (SmartPEP 3.0.708)
  • Medware Sistemas Médicos Ltda. (Medware Laudos 5.0.0)
  • MV Sistemas Ltda. (MV PEP SMA-PEP.02.065)
  • Neodel Tecnologia e Software Ltda. (Medicina Direta 3.0.0)
  • Philips Clinical Informatics - Sistemas de Informação Ltda. (Tasy 2.2.1658 e Tasy em Java 2.2.1493)
  • Pixeon Medical Systems S.A. Comércio e Desenvolvimento de Software (SmartPEP 3.1.096)
  • Projesi Software Ltda. (Result MD E3 2015)
  • RDTI - Registros Digitais Tecnologia de Informação Ltda. (RMDClinic 2.1)
  • Renalcare Serviços Médicos Ltda. (Sistema de Prontuário Eletrônico 1.33)
  • Salux Informatização em Saúde Ltda. (SX Sigma 2.001.07)
  • SisHOSP Soluções em Informática Ltda. (SisHOSP 2015.03.00)
  • SM – Sistemas de Informação Ltda. (SM PEP 2.1)
  • Sollid Solutions Desenvolvimento de Sistemas Ltda. (SGO - Sistema Gestão Oncologia 3.100)
  • Syspec Informática Ltda. (SIH PEP 6.0)
  • Totvs S/A (Totvs Hospitalar 11.80.0.3)
  • Unimed de Santa Bárbara D´Oeste e Americana Participações S/A (eMed 2.5.1)
  • Wareline do Brasil Desenvolvimento de Software Ltda. (Proware 1.05.2011)
  • WPD Informática Ltda. (MedView 71.08.01)
  • WW8 Sistemas de Informática Ltda. (Athimos 2.3.1.17)

Ministério da Saúde aprova implantação do Conjunto Mínimo de Dados (CMD)

No dia 25/09/2016 foram assinadas duas resoluções, sendo a primeira responsável por instituir o CMD e a segunda por instituir o Comitê Gestor da Estratégia E-Saúde.

O CMD é parte da estratégia e-saúde para o Brasil e visa unificar nove sistemas adotados no SUS: Boletim de Produção Ambulatorial (BPA), Autorização de Procedimento Ambulatorial (APAC), Registro das Ações Ambulatoriais de Saúde (RAAS), Autorização de Internação Hospitalar (SISAIH01), Coleta da Comunicação de Informação Hospitalar e Ambulatorial (CIHA01), Sistema de Informação Ambulatorial (SIA), Sistema de Informação Hospitalar (SIH), Processamento da Comunicação de Informação Hospitalar e Ambulatorial (CIHA02) e Sistema de Regulação, Controle e Avaliação (SISRCA).

cbis2016logo


CBIS 2016

A Sociedade Brasileira de Informática em Saúde - SBIS, juntamente com a Universidade Federal de Goiás - Comissão de Governança da Informação em Saúde (CGIS-UFG), realizaram no período de 27 a 30 de novembro, em Goiânia-GO, o XV Congresso Brasileiro de Informática em Saúde - CBIS 2016.

O CBIS contou com 596 congressistas; 52 palestrantes convidados; 3 keynotes internacionais; 423 trabalhos submetidos e 341 trabalhos aceitos (publicados), sendo 114 artigos completos, 27 demonstrações, 12 painéis, 107 pôsteres, 22 pôsteres de iniciação científica, 52 relatos de caso e 7 tutoriais.

A cerimônia de abertura do CBIS 2016 ainda contou com a presença do Ministro da Saúde Ricardo Barros. O ministro ressaltou a importância da tecnologia da informação para a melhoria do Sistema de Único de Saúde (SUS), além de destacar a estratégia de e-saúde do governo que visa a integração das informações em saúde no Brasil.

ABNT NBR 16472-1:2016 – Sumário de Alta para continuidade do cuidado

Publicada em 03/2016, a norma “ABNT NBR 16472-1:2016 – Sumário de Alta para continuidade do cuidado” que estabelece o conjunto de informações que fazem parte do sumário de alta.

A norma visa comunicar à equipe profissional pela continuidade do cuidado ao paciente as informações clinicas mais relevantes de um episódio de cuidado de doenças agudas ou agudizações de doenças preexistentes em uma unidade de cuidados secundários, como hospital, hospital-dia, internação domiciliar ou em setor de emergência.

CertificacaoSbisCFM


SBIS publica nova edição do Manual de Certificação de S-RES

No dia 14/06/2016 foi publicada a nova versão 4.2 do Manual de Certificação para S-RES e a versão 2.1 do Manual Operacional, ambos Edição 2016 e já em vigor.

A grande novidade da versão 4.2 do manual é a inclusão de uma nova categoria ao escopo de certificação (categoria básica). Até a versão 3.3 do manual de certificação, apenas S-RES voltados à assistência ambulatorial poderiam ser certificados. Por meio da categoria básica incluída na versão 4.2, a certificação passa a incluir S-RES mais específicos voltados, por exemplo, à prescrição eletrônica, imunização, atenção domiciliar (home care), serviços de diagnóstico e terapia (SADT), telemedicina, saúde ocupacional, repositórios de dados demográficos e clínicos, entre outros.

A nova versão do manual ainda inclui uma série de novos requisitos que garantem uma maior qualidade do S-RES certificado.

Novos hospitais brasileiros certificados EMRAM Nível 6

Novos hospitais receberam o certificado EMRAM Estágio 6 da HIMSS: Hospital São Camilo Unidade Santana, Hospital São José e Hospital Santo Antônio, ambos da Beneficência Portuguesa de São Paulo, e o Hospital Márcio Cunha da Fundação São Francisco Xavier de Ipatinga, Minas Gerais. Os prêmios foram entregues durante o HIMSS Brasil Edição 2016.

O EMRAM consiste em um modelo de adoção de Prontuário Médico Eletrônico que avalia o progresso (do nível 0 ao 7) de um hospital quanto à adoção desses sistemas.

Os hospitais Beneficência Portuguesa e São Camilo integram agora o grupo de hospitais brasileiros EMRAM Nível 6 que já contava com o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Hospital do Idoso Zilda Arns, Hospital Santa Paula, Hospital Unimed Volta Redonda, Sociedade Hospital Samaritano, Hospital Sírio Libanês e Hospital Unimed Recife III.

banner rotativo


SBIS e SBC assinam acordo de cooperação

A fim de trazer mais benefícios aos seus associados, a Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (SBIS) e a Sociedade Brasileira de Computação (SBC) assinaram o Termo de Acordo de Cooperação que permite que ambas as Sociedades promovam ações conjuntas para o desenvolvimento da Área de Informática em Saúde no Brasil.

Entre os benefícios estão reuniões e manifestos junto aos órgãos competentes dos governos Federal, Estadual e Municipal para promover políticas de desenvolvimento, pesquisa e formação de recursos humanos; articulação e fomento de projetos; oferta de descontos para associados em comum na taxa de anuidade; eventos em conjunto; entre outros.

Anvisa regulamenta o uso de assinatura nos laudos dos laboratórios clínicos

A Anvisa publicou em 2016 a Resolução da Diretoria Colegiada da Anvisa de número 58, a RDC 58/2016, que prorrogou até 20/07/2016 o prazo estabelecido para que os laboratórios clínicos que utilizam a assinatura digital adequem-se ao processo de certificação na forma disciplinada pela Medida Provisória 2.200-2/2001.

Esta prorrogação está ligada à RDC 30/2015, que trata de uma alteração à norma que regulamenta o funcionamento de laboratórios clínicos, a RDC 302/2005, quanto à assinatura nos laudos emitidos por estes estabelecimentos. Ela estabelece que o laboratório clínico pode optar pelo uso da assinatura manuscrita ou da assinatura digital para liberação do laudo.

Caso o laboratório opte pela assinatura digital em seus laudos, deve obter um sistema adequado à sua realidade. Esta assinatura deve ser certificada, sendo de responsabilidade do laboratório clínico buscar a certificadora que ofereça tecnologia adequada à sua necessidade. Este sistema não é regulado ou certificado pela Anvisa.

aprovados cptics2016


Novos Profissionais cpTICS

No dia 28/11/2016, durante o CBIS 2016, a SBIS realizou mais um exame de Certificação Profissional em Tecnologia de Informação e Comunicação em Saúde (cpTICS). O certificado tem o objetivo de reconhecer as competências essenciais do profissional de informática em saúde e assim possibilitar um reconhecimento de sua sociedade científica.

A SBIS tem o orgulho de anunciar que 8 novos profissionais de informática em saúde foram aprovados no exame e integrados à lista de profissionais cpTICS. Gostaríamos de parabenizar os profissionais Arthur Rolhano Heineck, Eneas José de Mattos Faleiros, Franklin Crosby Perrony de Liz, Geraldo José Coelho Ribeiro, Leandro Costa Miranda, Luiz Aparecido Virginio Junior, Tiago Calado e Wagner Barcelos.

SBIS realiza dois cursos sobre a certificação SBIS-CFM

Em 2016, a SBIS realizou dois cursos oficiais da certificação SBIS-CFM versão 4.2 (Edição 2016), ambos em São Paulo/SP.

O primeiro curso (22 a 24/08/2016) contemplou o detalhamento e explicação do processo de certificação e de todos os requisitos mandatórios do manual, dirigida a todos os interessados no tema. Já o segundo curso (01 a 02/9/2016) focou somente nas alterações promovidas na versão 4.2 do Manual em relação à anterior (v3.3), sendo dirigida àqueles que já conheciam bem os requisitos daquela versão e desejavam se atualizar para a mais recente.

Municípios de todo o país deverão enviar informações ao SISAB por meio de prontuário eletrônico

No dia 24/11/2016, a Comissão Intergestores Tripartite publicou a Resolução Nº 7 de Novembro de 2016 que define “o prazo de 10 de dezembro de 2016 para que os municípios enviem as informações por meio de prontuário eletrônico ao Sistema de Informação em Saúde da Atenção Básica (SISAB)”.

Vale ressaltar que, para as unidades de saúde que não tiverem condições de implantar um prontuário dentro do prazo estabelecido, as mesmas deverão preencher um formulário de justificativa.

Ainda segundo a resolução, “caso o município não tenha transmitido as informações de saúde dos cidadãos por prontuário eletrônico e não envie a justificativa no prazo estabelecido, serão suspensas as transferências de recursos financeiros relativos ao Componente Variável do Piso de Atenção Básica (PAB Variável), referente às equipes de atenção básica”.

SBIS Lança Programa de Mentoria de Novos Talentos

Durante o Congresso CBIS 2016 em Goiânia, a SBIS anunciou um inovador programa de mentoria de novos talentos em Informática em Saúde, à semelhança de iniciativas na American Medical Informatics Association (AMIA) e Canadian Health Informatics Association (COACH).

O Prof. Renato M.E. Sabbatini, convidado pela Diretoria da SBIS para estruturar e coordenar o Programa, explicou na Assembléia Geral como ele irá funcionar, a partir de 2017:

"A ideia é que especialistas sêniores atuantes na SBIS, com vasta experiência em docência, pesquisa, desenvolvimento e gestão, atuarão como mentores (guias ou conselheiros profissionais) junto a outros associados da SBIS, não necessariamente mais jovens, mas que estejam iniciando uma carreira profissional em Informática em Saúde, durante um período mínimo de um ano. Esta orientação será de natureza individual e poderá ser dada presencialmente ou a distância, através de contatos pessoais, virtuais ou correspondência, e terá por objetivo alavancar e acelerar essa carreira por meio de vários recursos: indicações de bibliografia, supervisão de trabalhos, aconselhamento profissional, indicações de estágios no Brasil e no Exterior, cursos e apresentações de outros profissionais, e até de indicações de empregos.".

A chamada de colaboradores (mentores) e interessados (mentorandos), assim como os regulamentos do Programa de Mentoria serão publicados em breve. Os interessados podem preliminarmente entrar em contato com mentoria@sbis.org.br.

SBIS Cria um Grupo de Interesse para Empresas (GI Empresas)

No dia 05/07/2016, foi assinado por 20 membros da SBIS o requerimento para criação do Grupo de Interesse para Empresas que tem por objetivo a discussão de temas de interesse na a área de informática em saúde, bem como a troca de informações para superação dos desafios técnicos da área. Até o momento, 63 membros participam do grupo e estão sendo sugeridos temas para início dos trabalhos. Se sua empresa tem interesse em participar do GI Empresas, solicite sua inclusão pelo e-mail: gi.empresas@sbis.org.br